Carmenère, um pouco mais sobre essa uva.

Carmenère é uma uva muito sensível e que precisa de um cuidado especial, principalmente pelo fato de demorar mais para amadurecer, comparada com outras variedades.Carménère

Mas onde ela surgiu?

A Carménère teve origem em Bordeaux, na França. Com uma praga que surgiu no século 19, ela foi praticamente eliminada da Europa e foi aparecer novamente no Chile, possivelmente levada por imigrantes europeus. Por muito tempo acreditou-se que a Carmenère plantada no Chile fosse a mesma uva que a Merlot mas, somente nos anos 90 que ela foi identificada e passou a predominar nas terras chilenas.

 


Sobre a uva…

  • A Carménère, é una uva complexa e exigente, encontrou no Chile as condições climáticas ideais para crescer demonstrando todo o seu potencial e sabor.
  • É uma uva muito sensível e que precisa de muita atenção, principalmente pelo fato de demorar mais para amadurecer se comparada com outras variedades.vinhedo-carmenere-www.vinhobr.com.br
  • Os vinhos elaborados com essa casta, são bem estruturados, com sabores marcantes, e coloração escura e profunda.
  • Possuem cor vermelha lilás, bastante profunda, aromas de frutas vermelhas, terra umidade e especiarias com notas vegetais que vão se suavizando na medida em que a uva amadurece na própria planta.

O seu aroma: Apresentam aromas que remetem a frutas negras maduras, terra úmida e bastante pimenta preta, e quando envelhecem em carvalho ganham muita complexidade e podem apresentar notas de tabaco, baunilha e chocolate.

Carmenere_leaf-www.vinhobr.com.brRaramente a uva Carménèreé  encontrada na França, a maior do mundo área plantada com esta variedade é no Chile na América do Sul, com mais de 8.800 hectares (2009) cultivadas no Vale Central. O Chile produz a grande maioria dos vinhos Carménère, e como a indústria de vinhos chilena cresce, mais experimentação está sendo realizada no potencial de Carménère como uma mistura de uvas, especialmente com Cabernet Sauvignon.

 

Vinhos Carmenère destaques: 

Casa Silva Coleccion Carmenere: vinho-chileno-casa-silva-coleccion-carmenere

Paladar harmonioso equilíbrio entre o carvalho e a fruta, doce pureza da fruta e um final longo e
persistente. Atrativos aromas que revelam perfeitamente as particularidades desta variedade.
Envelhecimento: 20% de todo o vinho é envelhecido em barris de carvalho francês durante 6 meses. Ideal com carnes vermelhas pouco condimentadas, massas e queijos.

 

Cefiro Reserva CarmenéreVinho-chileno-Cefiro-Reserva-Carmenere

O paladar revela um vinho de muita fruta e especiarias, redondo, contundente e concentrado, com taninos maduros e amáveis. Trata-se de um vinho vivo, com um final longo e persistente.Na boca apresenta taninos suaves, notas de canela e amoras maduras.

 

 

 

Casillero Del Diablo Carmenerevinho-chileno-casillero-del-diablo-carmenere

Aroma de cerejas maduras, groselha e ameixas com um toque de baunilha. 
Bom corpo, taninos aveludados e harmoniosos. Leve sabor de ameixas e cerejas, generosamente mesclado ao toque defumado do carvalho americano
Temperatura de serviço 15 a 18 C

vinho-chileno-ventisquero-grey-carmenereVentisquero Cinzento Carménère

O Ventisquero Grey Carménère destaca-se por sua cor vermelho cereja escura, com notas cor granate e seu aroma expressivo e intenso, a bagas como o arándano, a amora e o morango, junto com as notas de cereja, chocolate amargo, pimenta-do-reino e certas ervas como menta e lavanda. Na boca, destaca-se sua grande estrutura, com taninos firmes e maduros, de corpo concentrado e grande persistência, acompanha queijos semi-maduros, pratos com base de creme e queijo, comida muito temperada e carnes suaves de coelho e avestruz.

Terranoble Gran Reserva Carménèrevinho-chileno-terranoble-gran-reserva-carmenère

Com as uvas vindas dos pés da Cordilheira dos Andes, o Terranoble Gran Reserva Carménère é um vinho de muita estrutura e corpo, e agrada quem gosta de sabores intensos. Uma bebida que expressa todo o caráter desta variedade que se adaptou perfeitamente ao terroir chileno. Excelente pedida com receitas que levam funghi. Um risoto é uma bela opção.


 

 

comprar

Todos esses vinhos estão disponíveis em nosso site:

www.vinhobr.com.br

Malbec da França para a Argentina um sucesso no Brasil…

Malbec é a uma uva que tem origem na região Bordeaux (França).uvamalbec-www.vinhobr.com.br

As primeiras mudas chegaram à Argentina na segunda metade do Séc. XIX trazida pelo técnico francês Louis Pouget e teve rápida difusão em Mendoza ainda que não fosse a variedade mais plantada.

Até os anos 1980 isso cabia à italiana Bonarda o que não era de surpreender porque a vinicultura de Mendonza  foi decisivamente influenciada pela imigração italiana. Em 1990 a Malbec representava apenas 5% do total cultivado. Em meados da década de 2000 esse índice tinha passado para 12% atingindo malbec-www.vinhobr.com.bragora perto de 15% do total, o que é muito para uma região com tantas variedades diferentes, brancas e tintas. Basta lembrar que a área de cultivo da Malbec na Argentina representa 60 % do total mundial (França, Argentina, Chile e Califórnia incluídos).

A área argentina mais tradicional, por apresentar atributos de solo e clima favoráveis, é a Zona Alta do Rio Mendoza, incluindo as localidades de Vistalba, Agrelo e Perdriel, entre outras.

Seu aroma…

Sua coloração é intensa, seu aroma é de amora, ameixas e mel, e possui grande habilidade para amadurecer com perfeição. Quando os vinhos são envelhecidos em barris de carvalho, a fragrância de baunilha e o suave tanino são perfeitos acompanhantes para uma bela carne vermelha ou até um doce de amora.

Características dessa uva…

De modo geral um vinho  Malbec apresentará coloração intensa, escura, puxando para uma cor vermelho púrpura, com aromas que lembram frutas vermelhas e ameixas maduras. Com envelhecimento em carvalho o vinho pode ganhar estrutura e seus aromas tornam-se muito mais complexos. Mas, é importante se dizer que as características dessa casta podem variar bastante dependendo do terroir em que é plantada.

A uva Malbec também está presente no Chile, na África do Sul, na Austrália, no Canadá, nos Estados Unidos, na Itália, na Espanha, no Marrocos e na Suíça.

Vinhos Malbec destaques…

Vinho Agentino Dv Catena Zapata Malbec Nicasiadv-catena-nicasia-malbec-www.vinhobr.com.br

O Nicasia é elaborado com a primeira fileira do vinhedo Altamira, plantada em pé franco em uma altitude de 1.180m. Classificado com 94 pontos pela Wine Spectator, é um tinto longo, cremoso e impressionante para a revista. A The Wine Advocate de Robert Parker também achou o vinho impressionante, denso e cheio de camadas, concedendo ao Nicasia a fantástica nota 97 na safra 2004.

 

 

luigibosca-testimonio-malbec-www.vinhobr.com.brLuigi Bosca Testimonio Malbec Old Vines

Seleção de vinhas em Vistalba e Luján de Cuyo; Vindima manual; Seleção de cachos; Fermentação em cubas de aço inox controladas a 28°C, com inoculação de leveduras; Amadurecimento; Corte e engarrafamento.

 

 

Vinho Argentino Alamos Seleccion Malbec2vinho-alamos-sellecion-malbec-catena-www.vinhobr.com.br.jpg

Alamos Malbec apresenta uma cor púrpura escura com reflexos violeta. O nariz oferece intenso de frutas negras com notas florais leves e tostado. Na boca é um vinho de grande concentração, com cassis e framboesa sabores pronunciados e ligeiramente à esquerda para chocolate e especiarias doces do envelhecimento em carvalho. O final é longo, com taninos maduros e sedosos.

 

vinho-argentino-angelica-zapata-malbec-www.vinhobr.com.brVinho Argentino Angelica Zapata Malbec

Este disputado Malbec é produzido para o mercado interno argentino, onde é cultuado e esgota-se rapidamente, alcançando preços estratosféricos em safras antigas. As uvas vêm de vinhas selecionadas, plantadas em grande altitude, com rendimentos muito baixos, que resultam em um vinho muito complexo e exuberante, com excelente presença de boca e enorme capacidade de envelhecimento.

comprar

Todos esses vinhos estão disponíveis em nosso site:

www.vinhobr.com.br

Itália a grande diversidade de vinhos no mundo.

A Itália tem grande variedade quando o assunto é vinho. O país tem opções de vinhos para todos os gostos e de diferentes paladares.www.vinhobr.com.br

Cada região, é conhecida por um estilo diferente de vinho. A região nordeste é conhecida por vinhos brancos, os que são feitos em Friuli Venezia são mais leves e de aroma de flor. Já os que são produzidos  Trentino Alto Adige, mais encorpados e aromáticos todos de muita elegância. A região noroeste é famosa por vinhos tintos especialmente os que são produzidos com  a uva Nebbiolo, que são de grandes estrutura mas que nem sempre são adequados a todos os paladares.

Em toscana, conhecida não somente pela bela paisagem, mais também por seus vinhos, onde sua principal uva é a  Sangiovese que possui um sabor típico de cereja e ervas aromáticas. Já a região sul da Itália não é muito bem conhecida, a Puglia finalmente começou a produzir vinhos menos fortes e mais agradáveis.

Conhecida como a Terra dos vinhos…

Italia_hwc2011-1-620x382-www.vinhobr.com.br
Itália

A influência dos romanos sobre a cultura italiana se inicia com a expansão do Império para a ilhas da Sicilia e Sardenha. Enquanto outras partes do território que, no futuro viria a se transformar na famosa bota, recebiam influências vinícolas de gregos e etruscos que viveram na península itálica, os romanos que se estabeleceram em territórios da Itália desenvolveram muitas das técnicas que são ainda usadas não apenas no país como também ao redor do mundo até os dias de hoje: maturação e envelhecimento, conservação em barris de carvalho e escolha de variedades cultivadas conforme o território em que melhor estas se desenvolviam, são parte do legado deixado pelo Império Romano a Itália, e repassada às demais regiões produtoras de vinho no mundo com o passar dos séculos.

O maior exportador do mundo

Hoje a Itália é o maior exportador de vinhos no mundo e é o segundo país em maior produção, a Itália conta com uma diversidade de rótulos suficiente para alegrar um grande apreciador por toda uma vida. São cerca de 18.000 nomes devinhos, que são produzidos por grandes ou pequenas vinícolas, cujas podem se originar tanto de terras nobres ou camponesas; praticamente não há lugar na Itália onde pelo menos uma plantação de videiras não possa ser encontrada.

 

comprar-perez-cruz-www.vinhobr.com.br

Grade variedade de vinhos italianos você encontra em nosso site: www.vinhobr.com.br

O país da America Latina que possui os melhores vinhos.

Pensou em comprar vinho, compre vinhos chilenos.

 

Desde os vinhos mais baratos aos ultra premium o Chile se destaca no mundo dos vinhos. Na dúvida lembre no Chile você jamais encontra um vinho ruim.

O Chile é sem duvidas o país da America Latina, que se tem os melhores vinhos tintos feitos com a uva  Cabernet Sauvignon .

Tudo começou em 1943, na segunda viagem de Colombo para a América, onde nela Colombo trouxe mudas de parreiras e assim foram espalhadas por todo o continente.

As primeiras safras chilenas foram em Santiago e foi produzidas pequenas quantidades de vinho para uso especialmente para rituais religiosos.

Alguns anos depois, Francisco de Aguirre conduziu a maior colheita em Copiapó, estimulando uma atividade que permaneceria pelos séculos seguintes, assim fazendo um método de produção Como-o-vinho-chileno-ficou-famoso_1-www.vinhobr.com.brtradicional e um comércio local.

A Independência do chile em 1818 abriu as portas para novos mercados, que influenciaram a indústria vinícola chilena com novas tecnologias, vinhedos melhorados e maior qualidade na colheita.

O Chile têm características geográficas bem diferenciadas do resto dos produtores mundiais.

É um país com 4.500 quilômetros de comprimento, mas com somente 154 quilômetros de largura na sua parte mais estreita e 445 na parte mais larga.

O país tem uma diversidade de solos e climas bem maior de leste a oeste do que de norte a sul.

Chile oferece os verões quentes e secos e os invernos frios e chuvosos que as videiras mais gostam.

Carmenere atualmente é a uva destaque do Chile

Atualmente a uva Carmenère é a variedade simbólica do Chile, da qual se produzem varietais, mas sua principal atuação ocorre em cortes em vinhos tintos de nível Premium.www.vinhobr.com.br

Ocupa a 4ª posição mundial, na produção de vinhos, e se pode conhecer de perto a  fabricação.

Existem tours às vinícolas onde o guia faz toda a explicação, mostrando desde a parte da de plantações, as adegas onde os vinhos ficam guardados e no final a melhor parte, a degustação de diferentes tipos de vinhos.comprar-perez-cruz-www.vinhobr.com.br

Vinhos Argentinos: a importância no cenário mundial.

Hoje a Argentina ocupa a quinta colocação no consumo e  na produção de vinhos no mundo. Mas nem sempre foi assim, antigamente o país foi conhecido por produzir fermentados de baixa qualidade, e preços baixos. No passado eram cultivadas uvas de alto rendimento, mas de baixa qualidade associado a um sistema de plantação arcaico. Com o passar dos tempos, a vitivinicultura argentina passou a cultivar uvas de espécies europeias nobres e a adotar técnicas modernas de cultivo e vinificação.

Algumas curiosidades 

-A uva mais conhecida no país é a Malbec, logo em seguida a uva Bonarda e Cabernet Sauvignon

-A Argentina é o único país que produz a cepa Torrontés. Hoje, podemos dizer que essa variedade é praticamente exclusiva desse país. Embora existam vinhedos de torrontés em outros países, como na Espanha, onde possui características muito diferentes.

– A Argentina é a 5ª produtora mundial de vinho, a 9ª em exportação e a 7ª em consumo.

-Mendoza continua sendo a mais importante região produtora do país, com 148.200 hectares, praticamente mais de dois terços da produção.vinhos-argentina-www.vinhobr.com.br

Vinhos argentinos que vale a pena você conhecer:

-BenMarco Expresivo: romas de groselha, toques de baunilha e também defumado com notas de cacau, noz-moscada e chocolate.

-Zuccardi Q Malbec: Complexo aroma de frutas vermelhas e negras como cereja, groselha e amora. Aromas de chocolate e tabaco provenientes do tempo em barrica.

-Catena Zapata:Desde que foi lançado este vinho tem colecionado records, já no seu primeiro ano ganhou 98pts de RP e de quebra o melhor vinho tinto do ano, já pela Wine Spectator Recebeu 95pts.

-Angelica Zapata:Segue-se uma maturação por 18 meses em 85% de barricas francesas, sendo 30% novas, e 15% em carvalho americano novo. Engarrafamento sem filtração.

-Enamore:Saboroso no palato, é denso, doce e frutado, com aromas complexos de frutos negros, muita especiaria, taninos maduros e um final longo e encantador.”

-Bodega Del Fin Del Mundo: No paladar, mostra notas de frutas, couro e baunilha, agradável acidez, taninos presentes, boa estrutura e final prolongado.

-Judas: Feito da uva Malbec proveniente de um vinhedo de 75 anos de idade, com um rendimento muito baixo e estágio de 20 meses em barricas novas. Este resultado é obtido pelo cuidadoso processo de elaboração e o extremo cuidado com as uvas o ano todo.comprar

Esses vinhos você encontra em nosso site: www.vinhobr.com.br