005 1200x628 facebook (1)

Johnnie Walker: a história por trás do Whisky mais consumido do mundo

Johnnie Walker e suas variações são hoje os Whiskys mais conhecidos do mundo, simbolizando status e elegância. A história por trás da bebida remonta a 1819, quando o pai de John morreu e este vendeu a propriedade onde morava para abrir uma mercearia em Kilmarnock, na Escócia. 

Além dos produtos comuns comercializados neste tipo de estabelecimento, John vendia Whisky, que na época era uma bebida grossa e difícil de engolir. Com dom natural para os negócios e produção do destilado, o jovem começou a observar que o tempo e tipo de barril em que a bebida era armazenada mudava sua estrutura.

Assim, estabeleceu um modo de produção que se valia de misturas e tempo certo de barril para  produzir uma bebida sempre com o mesmo gosto na época a variação dentro da mesma marca era um problema comum. 

Nova fase

Com a morte de John em 1857, seu primogênito Alexander assumiu a produção de Whisky. 

Dez anos depois, o jovem lançou o primeiro blend (mistura) comercial da bebida, a batizando de  Old Highland Whisky. Nesta época, trilhos de trem que ligavam as cidade aos portos foram construídos na região. Alexander então contratou dois capitães de navios para fazer o transporte da sua bebida.

A integridade das garrafas nestas viagens se mostrou um problema. Para evitar quebras e possibilitar que mais do seu Whisky chegasse aos destinos, Alexander mudou a embalagem para a tradicional garrafa quadrada. Mesmo que não se falasse de marketing ainda, o filho de John teve visão estratégica e também inclinou o rótulo da marca para chamar mais atenção. 

Nova geração

Em 1889, Alexander deixou os negócios para seus filhos Alexander II e George — nessa época que o famoso logotipo foi criado e nome da marca alterado para Johnnie Walker. Em 1920 a bebida já estava presente em 120 países, se categorizando como a primeira marca global.

Depois disso, o Whisky ficou famoso entre artistas, políticos e membros da sociedade, ganhando o prestígio que tem hoje. No século XX, a família Red Label e Black Label ganhou mais um membro: o Blue Label. Daí por diante foram criadas outras variações.

Experimente um Whisky Johnnie Walker na Vinhos BR