001 1200x628 Chianti (2)

Chianti – um dos vinhos mais famosos da Itália

Famoso por seu sabor com toque frutado, pela sua qualidade e tradição, o vinho Chianti traz consigo muita história. Existem registros do nome do vinho datados do século XIV, quando era mais conhecido por “vermelhão” ou “vinho de Florença”.

Em 1932 foram demarcadas as DOC – áreas de origem controladas – que podiam produzir o rótulo. A região de Toscana, localizada no centro da Itália, é o berço do vinho e onde se encontra a localidade protagonista em sua produção. No centro de Toscana, entre Florença, Siena e Arezzo se encontra a principal localidade de produção do vinho: Chianti. A região é montanhosa, com cerca de 20km de extensão e cortada por 5 rios, formando um terroir perfeito para as uvas que integram o vinho Chianti.

Como é feito o Chianti e harmonização

Após a regularização das terras que podem produzir a bebida, se estabeleceu as proporções padrões para o Chianti também. A uva Sangiovese é a principal na produção da bebida e deve compor no mínimo 70% dela; Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc podem estar presente em 15% do vinho; e, por fim, uvas brancas, principalmente Malvasia, podem compor até 10% do Chianti.

O resultado é um vinho seco, famoso por suas notas frutadas, em que se sobressai o sabor de cereja. A bebida é leve, tem tons picantes e acidez marcante. Por conta dessas características, o vinho harmoniza bem com pratos delicados e leves.

História do Chianti

Por ser bastante antigo, o Chianti é envolto de muitas histórias. Por anos a região em que é produzido foi um campo de batalha, principalmente entre Siena e Florença que disputavam territórios. Existe até uma lenda que conta que, para estabelecer a denominação de origem da bebida, dois cavaleiros, um de cada região, marcaram uma corrida e, ao seu fim, o lugar que cada competidor se encontrasse seria a delimitação da fronteira.

A corrida teria início ao cantar do galo. O competidor de Siena teria escolhido um galo forte e bem alimentado, o de Florença, no entanto, optou por um animal fraco e mal alimentado para dar o sinal. O galo que tinha fome cantou primeiro, o que deu ao corredor de Florença uma grande vantagem e à região, a exclusividade da produção de vinhos com o nome Chianti.

Até hoje, a figura do galo preto, protagonista da lenda, estampa rótulos de Chianti Clássico.

Produção

Para além das lendas, a tradição da produção do vinho passou de geração em geração, protegida pela regulamentação. Hoje, são mais de três mil fabricantes da bebida, que se espalham em 15.500 hectares.



Aprecie um Chianti

Ficou curioso para apreciar um vinho com tanta história? Na VinhoBR você encontra os melhores rótulos de Chianti com o melhor preço. Aprecie.